Interação do meu amigo poeta

Jacó Filho

Livrando-se dos espinhos,
Medita sobre a trajetória.
Descobre onde está a glória,
Que não há largos caminhos...

ALIMENTANDO A MALDADE
 

Fragilidade
No olhar busca incerta apavora
A secura na boca, aflição evoca
O corpo ao medo estremece
Nos passos a inércia se estabelece...

Confusão
Ideias vazias de sentimentos
Amarram o ódio ao frágil coração
Vingança reina em sensação
Cego, o corpo solidifica tormentos

Sofrimento
Acorrenta a alma com seu veneno
Gotas de puro fel e sofreguidão
Envenenam um corpo antes pleno
Agora confuso, agarra-se ao grande vilão

Tenta[ação]
Os passos, fantoches da solidão
Guiam um corpo sem razão
No auge da loucura, a busca
Esfaquear o sofrimento, redenção...

Libertação
Um grito sufocado silencia a dor
O sangue na mão revela a ação
No asfalto, imortalizado o amor
No olhar do carrasco, tentação...

Descoberta
A falsa sensação de libertação
Afaga aquele que um dia foi rei
Agora caído em si descobre o que fez
Tarde demais para negar sua insensatez

Fragilidade
No olhar busca incerta apavora
A secura na boca, aflição evoca
O corpo ao medo estremece
Nos passos a inércia se estabelece...


Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro - Reprodução Proibida

LIVROS DA AUTORA

​SIGA-ME

  • Facebook Classic
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter Classic
  • c-youtube

© 2018 Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro